Vida Literária II
Powered by WebRing.


 
 

LORD BYRON

 

 

Lord Byron (1788 – 1824)

 

O derradeiro amor de Byron
"I
Num desses dias em que o Lord errante
Resvalando em coxins de seda mole...
A laureada e pálida cabeça
Sentia-lhe embalar essa condessa,
Essa lânguida e bela Guiccioli ...
II
Nesse tempo feliz... em que Ravena
Via cruzar o Child peregrino,
Dos templos ermos pelo claustro frio...
Ou longas horas meditar sombrio
No túmulo de Dante — o Gibelino."
Trecho de Os escravos, de Castro Alves

 

The life of Lord Byron, de John Galt

Notices of the Life of Lord Byron, de Thomas Moore

The International Byron Society

 

Obras


Multimídia

 

 



Categoria: Cultura Sempre
Escrito por mm �s 00:47
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ] [ ]




 
 

HELDER MACEDO: LANÇAMENTO

 

 



Categoria: Cultura Sempre
Escrito por mm �s 00:17
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ] [ ]




 
 

VIVA PIVA

 

 



Categoria: Cultura Sempre
Escrito por mm �s 22:26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ] [ ]




 
 

Revista Celuzlose 4

 

 

 

 

A quarta edição da revista Celuzlose está disponível em http://issuu.com/celuzlose/

 

A edição traz:

 

Entrevista

Carlos Felipe Moisés

 

Literatura Brasileira Contemporânea

Ademir Assunção

Anderson Fonseca

Andréa del Fuego

André Dick

Dirceu Villa

Eunice Arruda

Fábio Aristimunho Vargas

Lilian Aquino

Pedro Américo de Farias

Renan Nuernberger

Reynaldo Bessa

Rodrigo Garcia Lopes

Victor Paes

Wellington de Melo

 

Literatura sem Fronteiras

Alfredo Fressia (Uruguai / Brasil)

Joan Navarro (Espanha)

Pere Salinas (Espanha)

Reynaldo Jiménez (Peru / Argentina)

 

Caderno Crítico

Dialética da transgressão - por Carlos Felipe Moisés

Ferreira Gullar: em que se apoia tal arquitetura? - por Dirceu Villa

 

O que é poesia?

Edson Cruz (Organizador)

Márcio-André (Depoimento)

Alfredo Fressia

Reynaldo Bessa

Sylvio Back

 

Poesia Visual

Ricardo Aleixo

Pipol

 

 



Categoria: Cultura Sempre
Escrito por mm �s 22:07
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ] [ ]




 
 

PROJETO VITRINE: GRUPO NÓS PÓS

 

 


A partir de março, sempre na segunda quarta-feira de cada mês, o Nós Pós inicia cronograma 2010 de eventos, objetivando promover ciclos de minipalestras com temas relacionados à literatura e demais linguagens artísticas; apresentação da nova geração de artistas pernambucanos (escritores, músicos, atores, artistas visuais, videomakers etc), com produção de trabalhos autorais; e lançamentos de livros.


O Projeto Vitrine tem apoio do Bar e Comedoria Burburinho e AM Design Gráfico.


SERVIÇO

Projeto Vitrine - Evento I

Local: Bar e Comedoria Burburinho (Rua Tomazina, 106 – Bairro do Recife)

Data: Dia 10/03/01, às 20h

Couvert: R$ 3,00


 



Categoria: Cultura Sempre
Escrito por mm �s 21:46
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ] [ ]




 
 

LIVROS DO NÚCLEO BLECAUTE

 

 

No próximo dia 04 de Março, quinta-feira, ás 19:45 horas, no Centro de Educação (CEDUC I), localizado no bairro do Catolé, em Campina Grande, Paraíba, serão lançados os livros: O Ofício de Engordar as Sombras (poemas), de Bruno Gaudêncio e O Vermelho das Hóstias Brancas (contos), de João Matias de Oliveira.

 

O Ofício de Engordar as Sombras

 

O Ofício de Engordar as Sombras é um livro formado por cerca de 40 poemas produzidos por Bruno Gaudêncio entre os anos de 2003 e 2009. O prefácio fora realizado pelo poeta e professor Sebastião Costa Andrade, contando ainda com comentários críticos do poeta e jornalista alagoano José Inácio Vieira de Melo e do crítico literário e professor José Mário da Silva. A imagem da capa fora produzida pelo desenhista e historiador Jorge Elô.

Segundo José Inácio Vieira de Melo, “Os versos deste poeta da Parahyba do Norte são pássaros líricos que insistem em voar na paisagem inóspita da contemporaneidade, tão impregnada de ritmos que desconsideram, desprezam mesmo, a condição humana”.

Bruno Gaudêncio (24 anos) é natural de Campina Grande, Paraíba, e é um dos mais destaques nomes da recente produção literária na cidade, onde é editor da Revista Blecaute e colunista literário do site Rede de Noticias. Mestrando em História pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), alguns dos seus poemas foram selecionados recentemente para os projetos: O Jovem Escritor da Paraíba (UFCG) e Parede Poética 2009 (SESC-PB).

 

Livro: O Ofício de Engordar as Sombras
Gênero: Poemas
Autor:
Bruno Gaudêncio
Editora
: Sal da Terra
Preço:
R$ 10,00 / Formato: / Páginas: 70
ISBN: 978-85-98035-73-4

 

 

O Vermelho das Hóstias Brancas

 

O livro O Vermelho das Hóstias Brancas, de João Matias de Oliveira, é uma coletânea de 13 contos, publicada no segundo semestre de 2009. A obra fora prefaciada pelo escritor Bruno Gaudêncio e a capa idealizada pelo artista Emídio Medeiros.

Segundo Luis Henrique Cunha, professor de Ciências Sociais da UFCG “A literatura de João Matias de Oliveira tenta agarrar temas universais, ainda que esses temas possam ser clivados pelas experiências históricas de personagens "reais" em vidas que parecem irreais. A intenção do autor parece ser a de trabalhar nas fronteiras entre realidade e fantasia, embaralhando esses dois universos, numa chave que desloca o misticismo para sua materialidade”.

João Matias de Oliveira (24 anos) é natural da cidade de Juazeiro, Ceará, mas é radicado em Campina Grande, onde cursa Ciências Sociais na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e Jornalismo na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).Editor da Revista Blecaute, O Vermelho das Hóstias Brancas é o seu segundo livro publicado; o primeiro, Aos Outros de Outro, saiu em 2007.

 

Livro: O Vermelho das Hóstias Brancas
Gênero:
Contos
Autor:
João Matias de Oliveira
Editora:
Bagaço
Preço:
R$ 20,00 / Formato: / Páginas: 122
ISBN: 978-85-37305-80-5

 

Fonte: Zumbi escutando blues, de Linaldo Guedes.

 

 



Categoria: Cultura Sempre
Escrito por mm �s 20:59
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ] [ ]




 
 

WILLIAM FAULKNER

 

 

William Faulkner (1897 – 1962)

 

"Se eu nunca tivesse existido, alguém teria escrito por mim, Hemingway, Dostoievsky, algum de nós. Provas disso é que há cerca de três candidatos para a autoria das peças de Shakespeare. Mas o importante é Hamlet e Sonho de uma Noite de Verão, não quem os escreveu, mas que alguém o tenha feito. O artista não é o importante. Somente o que ele criou é que é importante, já que não há nada de novo a ser dito. Shakespeare, Balzac e Homero escreveram todos sobre a mesma coisa, e se tivessem vivido mil ou dois mil anos a mais, nenhum editor precisaria de mais ninguém".
Trecho de entrevista de Faulkner publicada pela
The Paris Review

Página de Faulkner no site do Prêmio Nobel

Biografia

Faulknerpedia

Center for Faulkner Studies


Obras

 

Multimídia

 

Fonte: Boletim PNLL nº 195

 

 



Categoria: Interseções
Escrito por mm �s 20:47
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ] [ ]


[ p�gina principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Homem, Portuguese, English, Arte e cultura, Livros

Central Blogs

Meu blogue Liras, Musas & Aedos

Visit the Widget Gallery

Meu blogue Vida Liter�ria I

Visit the Widget Gallery

Hist�rico
Categorias
  Todas as Categorias
  Fala, poesia!
  Cultura Sempre
  Vida Literária
  Interseções
  Imagens
Outros sites
  Liras, Musas & Aedos
  Vida Literária por Marcilio Medeiros I
  Marcilio Medeiros myspace
  Notícias de Cultura
  UOL - O melhor conteúdo
  Interpoética
  Germina - Revista de Literatura
  Correio das Artes
  Garganta da Serpente
  Revista A Cigarra
  Nós Pós
  Agulha - Revista de Cultura
  Claudio Daniel Cantar a Pele de Lontra IV
  Djanira Silva
  Linaldo Guedes Zumbi escutando blues
  Nydia Bonetti Longitudes
  Sabugilândia
  À Flor da Terra
  Jorge Vicente Amoralva
  Ana Carla Vannucchi
  Poema/Processo 1967
  Moacy Cirne Balario Porreta 1986
  Lau Siqueira Poesia Sim
  Recalcitrante por Meg
  Franklin Jorge
  Marcelino Freire eraOdito
  Micheliny Verunschk Ovelha Pop
  Alexandre Melo
  Eunice Duarte
  Xico Sá o carapuceiro
  Renata Nassif Fênix
  Romério Rômulo
  Rafael Coelho
  Juliana Meira Tem Poema
  Elza Fraga Tempo in-verso
  Mariana Botelho Suave Coisa
  Portal Cronópios Literatura e Arte
  Revista Modo de Usar & Co.
  Revista Zunái
  UBE-PE
  Frederico Barbosa
  Ademir Assunção Espelunca
  Rodrigo Garcia Lopes Estúdio Realidade
  Virna Teixeira Papel de Rascunho
  Wilson Nanini Quebrantos...
  Andréa del Fuego
  Fabiano Calixto Almondegário
  Marcelo Ariel Teatrofantasma
  Antonio Cicero Acontecimentos
  Dirceu Villa O Demônio Amarelo
  Ricardo Aleixo jaguadarte
  Carlos Augusto Lima
  Ricardo Corona Zaúm
  valéria tarelho textura
  Sebo Vermelho
Vota��o
  D� uma nota para meu blog


Digite seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Faça a inscrição no meu feed

Add to Technorati Favorites


Exibir minha p�gina em Verso e Prosa
This site is a member of WebRing.
To browse visit Here.